Inverno, risco maior para a Covid-19

As baixas temperaturas do inverno, que no hemisfério Sul vai do dia 21 de junho até o dia 22 de setembro, exigem cuidados especiais para não contrair doenças respiratórias, incluindo a Gripe Influenza e a Covid-19. Com o frio, as pessoas costumam ficar mais tempo em locais fechados, o que aumenta o risco de infecção.

Pouca ventilação:

Como as janelas e portas costumam ficar mais fechadas, a ventilação nos ambientes é menor, o que pode facilitar a contaminação pelos vírus. Evite ambientes com pouca ventilação, como supermercados e restaurantes. Se não for possível, use corretamente a máscara e higienize as mãos com álcool em gel, água e sabão.

Diminuição da imunidade:

O frio faz com que nosso metabolismo acabe diminuindo em algumas áreas do corpo, e uma delas são as vias aéreas, isso para dedicar mais energia na manutenção da temperatura do restante do corpo. Com isso, a potência do sistema imunológico é reduzida.

Hidratação:

Manter uma boa hidratação corporal, com a ingestão de líquidos e chás, e uma alimentação balanceada, rica em vitaminas, ajudam a manter a imunidade em alta.

Lavagem nasal:

O nariz é o local do corpo mais suscetível à infecção por vírus e bactérias, já que é por ele que os organismos entram no corpo. Uma das formas de evitar doenças respiratórias é a lavagem nasal com soro fisiológico. Com as vias aéreas limpas e úmidas aumenta o bloqueio da passagem do vírus das vias aéreas superiores para as inferiores e pulmão.

Protocolos de segurança:

Com a pandemia ainda em estado de atenção, os protocolos de segurança devem ser mantidos mesmo por quem já tomou as duas doses da vacina: usar máscara facial, lavar as mãos com água e sabão com frequência – se estiver num local sem banheiro higienizar com álcool gel 70% -, e manter o distanciamento social de mais de 1 metro.

Sintomas parecidos:

Como os sintomas de gripe podem ser confundidos com os da Covid-19, é recomendado tomar a vacina contra a Influenza para reforçar as defesas do organismo. A vacina contra a gripe é recomendada para toda pessoa a partir de seis meses de vida, principalmente aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e contrair a forma mais grave da doença.

Intervalo entre as Vacinas:

Como a campanha de vacinação contra a gripe está ocorrendo no Brasil ao mesmo tempo que a imunização contra a Covid-19, a orientação do Ministério da Saúde é priorizar a vacina contra a Covid-19 e só 14 dias depois receber a dose do imunizante contra a Influenza.

Interessante é que vi pessoas que adiaram tomar a vacina contra a Covid-19 porque tinham tomado a da Influenza antes.
Só para saber escolher melhor: No Brasil a taxa de mortalidade da Gripe Influenza está em 0,22 (por 100 mil), portanto morrem cerca de 4.724 pessoas por ano. Já a taxa de mortalidade da Covid-19 é de 246,5 (por 100 mil), portanto morrem 518.066 – de qual você precisa se proteger primeiro? Acho que não sobram dúvidas, não é?

Dados coletados em 30/07/2021

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: