Cuidado na hora de tomar ônibus ou metrô

Estudos mostram que os terminais de ônibus e metrô são os locais onde há maior perigo de contaminação pela Covid-19. O último estudo nesse sentido foi feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Nesse estudo ficou demonstrado que os terminais de ônibus e metrô superam outros locais (como unidades de saúde, parques públicos, mercados, praias e centros de distribuição de alimentos) como fontes de maior potencial de transmissão do Coronavírus.

Foram coletadas 400 amostras no total, sempre em superfícies onde a população mais toca com as mãos, como maçanetas, torneiras, vasos sanitários, interruptores de luz, leitores de biometria, além de catracas e corrimãos. As coletas foram feitas sempre em locais de grande movimentação de pessoas, e as amostras foram submetidas aos exame padrão ouro para detecção do novo coronavírus, o RT-qPCR.

Resultados

  1. No total foi confirmada a presença do Sars-CoV-2 em 24% das amostras*.
  2. Das amostras positivas, 48,7% delas foram encontradas em terminais de ônibus e metrô.
  3. Em segundo lugar ficaram as unidades de saúde, com 26,8%,
  4. Seguidas pelos parques públicos, com 14,4%.
  5. Mercados públicos e praias ficaram empatados com 4,1%.

(*) Importante ressaltar que não foi detectado vírus ativos nos exames – porém em algum momento ele esteve ativo naqueles locais, o que demonstra serem ambientes onde há mais gente infectada circulando.

Bom aqui podemos comprovar que as praias não são um ponto de risco sério para contaminação, ao contrário dos ônibus e metrô sempre lotados no Brasil (em oposição aos dos países europeus, onde os ônibus são muito mais usados – que os carros particulares – mas mesmo assim não lotam como aqui.

Pontos críticos

Nos terminais os corrimãos e os caixas eletrônicos foram os locais com maior presença do vírus.

Superfícies mais suscetíveis

O vírus foi encontrado com maior frequência nas superfícies metálicas (46,3%) que nas plásticas (18,5%), seguido das superfícies de madeira (12%), pedra (10%), concreto (9%), vidro (2,2%) e outros (2%).

Cuidados Recomendados

  1. Para reduzir os riscos de contaminação, as medidas essenciais são usar máscara, lavar sempre as mãos, higienizar as mãos com álcool gel 70%, não tocar olhos, boca e nariz com as mãos.
  2. Nos banheiros desses locais, ou qualquer banheiro público, use um lenço ou toalha de papel para abrir e fechar as torneiras.
  3. Se possível, evitar os horários de pico e sempre esperar um veículo mais vago (infelizmente isso, aqui, não é muito viável – então atenção máxima).
  4. Na fila de espera, respeitar a marcação indicada nas filas de embarque para evitar maior risco de contaminação.

Etiqueta a ser lembrada sempre, em qualquer lugar:
Ao tossir ou espirrar, faça-o na parte interna do cotovelo (se estiver com nariz escorrendo, utilize lenço descartável).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: