Em que posso Investir Pouco?

Você já sabe o básico sobre como saber que pode investir se você tem/teve alguma sobra do salário, ou se receber um valor extra, por algum serviço realizado.

Se você estiver em dúvida, ou não leu o artigo anterior, clique aqui e leia-o.

Bom, sabendo quanto vai sobrar, ou quanto tem disponível – e que não será necessário num prazo mínimo de 3 a 6 meses, vamos ver quais as principais aplicações que você pode usar para guardar e fazer seu dinheiro trabalhar para você.

Os Fundos de Renda Fixa

São a opção mais interessante para quem não tem muito capital para investir, são em geral investimentos de baixo risco, e você pode fazer em seu banco de varejo (Bradesco, Santander, Itaú, Banco do Brasil, etc) ou numa corretora (existem dezenas delas – e você não precisa fazer nada localmente -, pode usar até seu celular apenas – tanto para abrir uma conta, como para fazer seus investimentos e realizar os resgates).

De forma geral os melhores investimentos para quem está começando com pouco, são:

  • Tesouro Direto
  • CDB
  • LCI
  • LCA

Óbvio que tem muito mais que isso (tal como o CRI, o CRA, as Debêntures, e outros Fundos de Renda Fixa, e até a Previdência Privada – VGBL ou PGBL), mas vamos deixar isso quando você estiver mais seguro nos primeiros citados – principalmente em trabalhar com os bancos e as corretoras.

Vamos conhecer os principais, com um pouco mais de detalhes:

  1. Tesouro Direto
    O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional do Brasil em que são vendidos títulos públicos federais para pessoas físicas. Ao comprar um título público, você está emprestando dinheiro para o governo brasileiro e receberá uma remuneração (juros) quando vender o título.
    Esses títulos públicos são ativos de renda fixa. Ao comprar o título, portanto, você já tem uma ideia de quanto terá no momento do resgate – quando os coloca à venda novamente.
    Ou seja: você compra o título por um valor determinado e, ao vendê-lo, você recebe o valor emprestado ao governo mais juros sobre ele. O valor mínimo para investimento no Tesouro Direto pode ser até menor que R$ 50.
    Os títulos do Tesouro Direto são uma boa opção de onde guardar dinheiro tanto para quem tem um objetivo de curto prazo quanto de longo prazo, já que seus vencimentos vão desde 2023 até 2050. Basta escolher o que se adapta a suas prioridades. Lembrando que você tem liquidez diária, pode resgatar a qualquer momento.
  2. CDB
    CDB é uma sigla e quer dizer Certificado de Depósito Bancário. Como o próprio nome sugere, ele é um título de empréstimo a um banco – você empresta o seu dinheiro para a instituição financeira e recebe de volta com juros, como acontece com a maioria dos empréstimos.
    Os CDBs têm uma data de vencimento, portanto, é possível investir no que tiver data mais próxima do seu objetivo. Eles também têm uma liquidez diária, o que significa que você pode resgatar o saldo investido a qualquer momento – para uma reserva de emergência, por exemplo, isso é indispensável.
    CDBs podem ter os mais diversos prazos de vencimento, mas são, em geral, de um até cinco anos. Portanto, são mais indicados para quem procura uma opção de onde guardar dinheiro para objetivos de curto ou médio prazos – mas nada impede que após o vencimento você invista o valor em outro CDB.
  3. LCA e LCI
    São investimentos em quase tudo similares, e rendem quase a mesma coisa. A maior diferença é que uma LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) é um título de crédito para o setor do agronegócio, enquanto uma LCI (Letra de Crédito Imobiliário) é um título para apoiar a criação de crédito imobiliário.
    Os títulos funcionam da seguinte maneira: são emitidos por bancos com o objetivo de captar recursos financeiros destinados a empréstimos, que serão oferecidos tanto para o setor imobiliário quanto para o agronegócio.
    A grosso modo, você empresta dinheiro para que o banco possa emprestar dinheiro e, em troca disso, recebe o valor aplicado mais um rendimento preestabelecido na hora da compra deste título. Ambos os títulos podem ser atrelados ao CDI, uma taxa de juros interbancária cujo valor tornou-se referência nacional para rendimentos diversos.
    Para aplicações de prazo mais curto e de valores menores – de até R$ 100,00 – o melhor é usar os bancos, já que na maioria das corretoras os valores podem começar com R$ 1.000,00 e com prazos que podem ser maiores que dois anos.

Prazo Mínimo de Aplicação

Para a maioria das aplicações indicadas anteriormente o prazo para fazer um resgate pode girar entre 3, mas em geral é de 6 meses, e mais. Assim note que você não pode investir se esse dinheiro você terá que usar antes disso. Seu dinheiro vai estar rendendo, mas ele não poderá ser sacado antes do prazo de carência ser atingido.

Muito cuidado portanto quanto ao prazo. Antes de aplicar veja as opções que seu banco oferece. Confira com cuidado se a carência é adequada a uma possível necessidade sua, e escolha a aplicação que melhor atende às tuas necessidades. Se for o caso consulte o site de uma corretora importante, para ver que opções que elas tem que aderem ao seu planejamento e necessidades futuras.

Lembre-se que a poupança é um dos melhores investimentos de curtíssimo prazo, desde que seja de pelo menos 1 mês. De nada adianta aplicar na poupança no dia 25 de um mês já sabendo que você terá que pagar alguma conta no dia 24 do mês seguinte. Você, na Poupança, não terá impedimento algum de fazer o resgate, mas seus rendimentos viram ZERO.

Outra coisa: após passado o prazo de carência muitas LCI ou LCA permitem que você saque parte ou todo o seu investimento. Num banco X, por exemplo, após 90 dias (num outro banco Y, após 180 dias), você poderá fazer resgate – mesmo que a aplicação em si seja de 12 ou 36 meses. Então use-os, após a carência, se precisar pagar contas, pois as multas e/ou juros que você pagará numa conta em atraso, são muito maiores do que se você deixasse ele render mais um pouco. As multas e os juros são muito maiores que qualquer rendimento de aplicação.

Liquidez

A liquidez indica que prazo – após você pedir um resgate – o dinheiro vai cair na sua conta. Existem outros tipos de papéis em que a liquidez é de 30 dias (chamada de D+30), outros de 5 dias (D+5), mas estes aqui em geral tem a liquidez imediata (D+0) onde o crédito cai no momento do pedido do resgate, ou no dia seguinte (D+1).

Confirme antes qual é a liquidez para você não passar perrengue e seu dinheiro só cair no dia seguinte e você ter que pagar multa por atrasar o pagamento de alguma conta.

2 comentários em “Em que posso Investir Pouco?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: